1.11.16

Agenda

Quando a manhã for a meio
e a tarde quase fatal
entenderei ao que veio
a madrugada, afinal?

aceitarei que anoitece
a hora a escorrer de mim
quando o que quis que viesse
não veio, não foi assim

e o olhar do tempo, tranquilo
no espelho da minha mão
repete que sobre aquilo
a resposta é muda - e é não?


Outubro 2016

Sem comentários:

Enviar um comentário

Follow by Email